Pular para o conteúdo principal

Brasileiro ganha Salariômetro

Fátima Lourenço - 24/2/2010 - 22h23

Os trabalhadores e os empresários ganharam uma ferramenta para pesquisar o nível salarial das ocupações em todo o território brasileiro. O recurso, batizado de Salariômetro, está disponível gratuitamente na internet desde a tarde de ontem, quando foi apresentado em solenidade realizada no Palácio dos Bandeirantes, com a presença do governador José Serra.

O novo instrumento de pesquisa foi desenvolvido pela Secretaria Estadual do Emprego e Relações do Trabalho (Sert), em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). Os cálculos se dão a partir de dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) do governo federal. "O patrimônio do trabalhador é o seu salário. Estamos popularizando essa informação", afirmou o titular da Sert, Guilherme Afif Domingos. O Salariômetro, explicou, tem abrangência nacional e sua concepção consumiu cerca de R$ 200 mil.

O patrimônio do trabalhador é o seu salário. Estamos popularizando essa informação. Guilherme Afif Domingos.

Na prática, a pesquisa no portal www.salariometro.sp.gov.br fornecerá as remunerações médias nos estados. No caso de São Paulo, é possível detalhar a pesquisa por municípios.

Para verificar as informações, o internauta especifica a cidade e a ocupação (entre 2.800 possibilidades), além de fornecer dados do seu perfil, como idade, cor e sexo. Como resultado, saberá o salário médio dos profissionais formais admitidos na profissão pesquisada nos últimos seis meses. A ferramenta também indica quantas pessoas, com o mesmo perfil, foram contratadas na respectiva região; além de quantas já estavam empregadas há mais tempo.

O exemplo apresentado por Afif no lançamento da ferramenta, por exemplo, mostrou que o salário médio de mergulhadores admitidos nos últimos seis meses, no Rio de Janeiro (entre homens e mulheres de todas as faixas etárias, sem distinção de cor), foi de R$ 1.579. No município de Santos (SP), a remuneração média caiu para R$ 949.

O pesquisador da Fipe, Hélio Zylberstajn, fez alguns alertas aos usuários do Salariômetro. Deve-se observar, explicou, que a remuneração reflete os salários das pessoas admitidas nos seis meses, sem considerar funcionários com maior tempo na função. Além disso, acrescenta, eventual falta de contratação nos últimos seis meses (na ocupação e região pesquisadas) baixará a média salarial.

Para o governador José Serra, a nova ferramenta é um avanço para o mercado de trabalho, por trazer indicadores que podem orientar tanto empresários como sindicalistas, muitos deles presentes no evento de ontem.

ACSP – O presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), Alencar Burti, também participou do lançamento. Ele destacou o Salariômetro como um "instrumento de medida muito importante, por contribuir para a conscientização e responsabilização da sociedade. A exemplo do que fizemos, com a criação do Impostômetro", afirmou Burti.

De acordo com o secretário Afif, outros produtos estão em gestação. A próxima ferramenta deverá aproximar empresas e trabalhadores, a partir do cruzamento dos respectivos endereços.

Um instrumento de medida importante por contribuir para a conscientização e responsabilização da sociedade. Alencar Burti, ACSP

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Mal que a Corrupção causa a um país e um povo

Prezados leitores do Blog do Oscar, lendo o jornal BBC Brasil On Line me deparei com a seguinte matéria sobre a dificuldade encontrada por empreendedores em abrir e manter seus negócios na Rússia, país tomado pela corrupção e leis retrógradas que atravancam o desenvolvimento do país, e tiram o sossego e o sono de empresários. 
Ser empresário na Rússia virou profissão de risco para aqueles que se recusam a vender seus negócios a pessoas estranhas, pressionados por autoridades fiscais corruptas, que agem de forma descarada, achincalhando os empresários honestos que geram empregos, renda e pagam impostos. 
Vejam que coisa mais absurda! Leiam a matéria, reflitam, e que possamos ficar atentos para que o mesmo não venha a acontecer no Brasil.
Russo diz ter sido preso por se recusar a vender empresa Empresário tomou empréstimos e investiu para modernizar indústria
Fazer negócios na Rússia é reconhecidamente difícil. Mas em poucos lugares o empresário pode ser preso por não querer se desfazer do s…

Eu odeio a Oi Velox Lixo

Prezados leitores do Blog do Oscar, nunca odiei uma empresa tanto quanto estou odiando a Oi Velox nesse momento. Necessito da internet para desenvolver grande parte do meu trabalho e desde segunda-feira passada estou tendo problemas com a conexão da Oi Velox Lixo que teima em cair a todo momento.
Há alguns meses atrás, passei pelo mesmo problema! Abri uma reclamação na Oi Velox Empresarial mas, nem me deram satisfação! Abri outra reclamação na ANATEL mas, com essa foi pior ainda, até a presente data não obtive nenhuma resposta por parte das duas empresas. Abri reclamação no site Reclame Aqui, outra decepção! Como não obtive êxito, resolvi não mais reclamar e logo que o contrato vencer no mês de setembro próximo, não o renovarei. Buscarei outras alternativas de acesso à internet.
Como não tenho a quem recorrer, escrevo esse post para sentar o pau (no bom sentido), para desabafar, para mostrar a minha indignação com  essa empresa porcaria, de quinta categoria, bem como, para sentar o cace…

A FÁBULA DA GALINHA NA TERRA DA TRIBUTAÇÃO E DA SOLIDARIEDADE

Prezados leitores do Blog do Oscar, pesquisando em meus arquivos, encontrei essa pérola escrita por um amigo de profissão, que retrata muito bem a situação daqueles que vencem através da educação, do trabalho árduo, e que tem coragem de ser empreendedor no país da tributação, da corrupção, da malandragem, do jeitinho brasileiro, das mamatas, das falcatruas, do carnaval com suas mulheres quase nuas, da senvergonhice de alguns cidadãos e políticos, dos feriados, da cachaça, da cerveja, do futebol, dos políticos corruptos e bandidos, e por último, da vagabundagem que se estabeleceu em nosso tão amado país, chamado Brasil!
Leiam, ponderem e reflitam o texto abaixo! Estamos em ano eleitoral e precisamos acordar para os problemas que nos afligem todos os dias como cidadãos brasileiros! Principalmente, os impostos que tanto nos atormentam e que, como somos sabedores, a fatia maior do bolo de impostos, vai para o bolso dos políticos e funcionários privilegiados dos tres poderes. Nestas eleiçõe…