quinta-feira, 25 de março de 2010

Pequenas empresas continuam liderando a geração de empregos no País

Taí um seguimento da economia que continua gerando emprego e renda e que não recebe muito incentivo por parte do governo. No Brasil, são os únicos a gerarem empregos e a pagarem impostos.

Em fevereiro, os empreendimentos de micro e pequeno porte foram responsáveis por 64,3% dos 209,4 mil novos postos de trabalho criados no País

As micro e pequenas empresas continuam liderando a criação de empregos no País. Dos 209,4 mil novos postos de trabalho com carteira assinada registrados em fevereiro, 64,3% foram criados pelo segmento.

Deste total, a maioria (45,3%) foi gerada pelas microempresas com até quatro trabalhadores. Aquelas que empregam entre cinco e 19 trabalhadores responderam por 2,2% do saldo total e os empreendimentos que têm entre 20 e 99 trabalhadores participaram com 16,7%.

Os números foram extraídos pela Unidade de Gestão Estratégica do Sebrae junto aos dados do Cadastro Geral de Trabalhadores Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego, divulgados na quarta-feira (17).

A análise mostra que a participação das micro e pequenas empresas na geração de empregos por setor mantém a performance de janeiro passado, ocorrendo mais intensamente nos setores de serviços, indústria de transformação e construção civil.

Numa análise com base no porte empresarial, a contribuição das microempresas com até quatro empregados ocorreu mais fortemente nas áreas de serviços, comércio e indústria de transformação. A maior participação das microempresas que empregam entre 5 e 19 trabalhadores e das pequenas empresas que têm entre 20 e 99 empregados foi nas áreas de serviços e indústria de transformação.

A participação das empresas de maior porte ocorreu nos setores da indústria de transformação, serviços e construção civil.

Recorde

De acordo com Emanuel Malta, analista do Sebrae, o saldo de 209,4 mil empregos gerados em fevereiro representa um crescimento de 0,63% em relação a janeiro. Somados os números de janeiro e fevereiro, foram gerados 390,8 mil novos postos de trabalho nos dois primeiros meses de 2010, maior saldo da série histórica do Caged para o período.

“Nos últimos doze meses, a variação acumulada do emprego foi de 4,63%, condicionada pela criação de 1.478.523 postos de trabalho, o maior aumento desde dezembro de 2008 nesse tipo de comparação”, afirma.

Serviço:
Agência Sebrae de Notícias - (61) 2107-9110 e 2107-9104
http://www.agenciasebrae.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sorteio de R$150,00 – você só precisa comentar!

Taí uma bela oportunidade ganhar R$ 200,00 com programas de afiliados!!! Acessem o link abaixo e vejam as regras para concorrer ao prêmio!!!...