Pular para o conteúdo principal

Combate aos xing-lings: celulares chineses podem ser bloqueados de fazer ligações no Brasil

Prezados leitores do Blog do Oscar, taí uma notícia não muito boa para quem possui um celular Xing-ling (celulares importados da China e vendidos a preço de banana). A matéria foi publicada no Blog Gizmodo e republicada no Blog The MobiPress e que estou replicando aqui no meu blog, por achá-la de interesse de muita gente. Quem possuir um desses celular, fique atento para não ser pego de surpresa. Leiam a matéria e comentem!

Você deve ver muita gente por aí usando seus MP5/7/30 pra fazer ligações. Isso porque 20% das linhas de celular no país usam aparelhos sem certificação da Anatel, segundo apurou a Folha. Como celulares assim são proibidos por lei de operarem no Brasil, o Ministério Público Federal quer “desligar” esses celulares. Ou seja, seu xing-ling poderia de repente parar de fazer e receber ligações, não importando a operadora.

O MPF em Guarulhos prepara uma ação civil para combater os xing-lings. Mas como separar as cópias chinesas dos aparelhos oficiais? Isso não é tarefa fácil. Uma ideia do MPF é fornecer uma senha pra cada pessoa que usa celular: com essa senha, cada aparelho ficará associado a um chip. Com esse cadastro, daria para saber se o aparelho é legítimo ou não; celulares sem certificação da Anatel seriam bloqueados. Há problemas claros nessa solução: cada aparelho fica associado a um chip – e se eu trocar o chip do celular? Mas o procurador Matheus Magnani lembra que esta é uma alternativa possível, não definitiva.

Outra forma de identificar esses celulares fora-da-lei seria pelo IMEI, pelo número de registro único a cada aparelho. A operadora tem acesso a esse número quando você se conecta a ela, então é possível bloquear aparelhos com IMEI falsificado. Só que, desde o ano passado, as operadoras têm detectado aparelhos falsificados com IMEI autêntico – então bloquear esses aparelhos não é tão fácil quanto parece.

O bloqueio aos xing-lings não está decidido ainda, então não tem data para acontecer – depende do resultado da ação civil do MPF. E a medida não deve afetar aparelhos legítimos adquiridos no exterior.

Combate aos xing-lings

Os xing-lings ganharam bastante mercado nos últimos anos. É, os aparelhos têm durabilidade menor, podem causar riscos à saúde (por não terem sido testados) e não têm galantia, né? Mas, além de serem mais baratos que as alternativas oficiais, muitos deles comportam dois chips – o que é bom para clientes pré-pago que querem aproveitar promoções de duas operadoras, por exemplo.

E os vendedores parecem lucrar bastante com o negócio: segundo a Folha, um lojista de celulares xing-ling faturam R$80.000 em média, e o lucro dá cerca de 60% desse valor. Quem sai perdendo são as fabricantes dentro da lei: ano passado, as perdas estimadas com a venda de aparelhos xing-ling foram de R$1 bilhão, ou 20% da venda de aparelhos originais.

O problema não é exclusivo do Brasil – segundo a consultoria Gartner, a venda de aparelhos “paralelos” corresponde a 20% da venda de originais no mundo todo. Mas o combate aos aparelhos chineses no Brasil continua: além das operações da Polícia Federal, como já ocorrido na Av. Paulista, a Receita Federal está desenvolvendo software para decidir automaticamente quais contêineres fiscalizar (não dá pra fiscalizar todos), para combater a entrada ilegal de eletrônicos no país.

Claro, a Receita e a PF poderiam economizar esforços se o governo baixasse os impostos de importação, deixando as alternativas legais mais acessíveis. Se a ideia do imposto de importação alto é estimular a indústria brasileira, parece não estar dando muito certo: afinal, muita gente continua importando, mas sem pagar o imposto extorsivo. Pensem nisso. [Folha; FSP (somente para assinantes)]

[Fonte: gizmodo]

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Mal que a Corrupção causa a um país e um povo

Prezados leitores do Blog do Oscar, lendo o jornal BBC Brasil On Line me deparei com a seguinte matéria sobre a dificuldade encontrada por empreendedores em abrir e manter seus negócios na Rússia, país tomado pela corrupção e leis retrógradas que atravancam o desenvolvimento do país, e tiram o sossego e o sono de empresários. 
Ser empresário na Rússia virou profissão de risco para aqueles que se recusam a vender seus negócios a pessoas estranhas, pressionados por autoridades fiscais corruptas, que agem de forma descarada, achincalhando os empresários honestos que geram empregos, renda e pagam impostos. 
Vejam que coisa mais absurda! Leiam a matéria, reflitam, e que possamos ficar atentos para que o mesmo não venha a acontecer no Brasil.
Russo diz ter sido preso por se recusar a vender empresa Empresário tomou empréstimos e investiu para modernizar indústria
Fazer negócios na Rússia é reconhecidamente difícil. Mas em poucos lugares o empresário pode ser preso por não querer se desfazer do s…

Eu odeio a Oi Velox Lixo

Prezados leitores do Blog do Oscar, nunca odiei uma empresa tanto quanto estou odiando a Oi Velox nesse momento. Necessito da internet para desenvolver grande parte do meu trabalho e desde segunda-feira passada estou tendo problemas com a conexão da Oi Velox Lixo que teima em cair a todo momento.
Há alguns meses atrás, passei pelo mesmo problema! Abri uma reclamação na Oi Velox Empresarial mas, nem me deram satisfação! Abri outra reclamação na ANATEL mas, com essa foi pior ainda, até a presente data não obtive nenhuma resposta por parte das duas empresas. Abri reclamação no site Reclame Aqui, outra decepção! Como não obtive êxito, resolvi não mais reclamar e logo que o contrato vencer no mês de setembro próximo, não o renovarei. Buscarei outras alternativas de acesso à internet.
Como não tenho a quem recorrer, escrevo esse post para sentar o pau (no bom sentido), para desabafar, para mostrar a minha indignação com  essa empresa porcaria, de quinta categoria, bem como, para sentar o cace…

A FÁBULA DA GALINHA NA TERRA DA TRIBUTAÇÃO E DA SOLIDARIEDADE

Prezados leitores do Blog do Oscar, pesquisando em meus arquivos, encontrei essa pérola escrita por um amigo de profissão, que retrata muito bem a situação daqueles que vencem através da educação, do trabalho árduo, e que tem coragem de ser empreendedor no país da tributação, da corrupção, da malandragem, do jeitinho brasileiro, das mamatas, das falcatruas, do carnaval com suas mulheres quase nuas, da senvergonhice de alguns cidadãos e políticos, dos feriados, da cachaça, da cerveja, do futebol, dos políticos corruptos e bandidos, e por último, da vagabundagem que se estabeleceu em nosso tão amado país, chamado Brasil!
Leiam, ponderem e reflitam o texto abaixo! Estamos em ano eleitoral e precisamos acordar para os problemas que nos afligem todos os dias como cidadãos brasileiros! Principalmente, os impostos que tanto nos atormentam e que, como somos sabedores, a fatia maior do bolo de impostos, vai para o bolso dos políticos e funcionários privilegiados dos tres poderes. Nestas eleiçõe…